Fábio Costa
Se faz necessário transpor a alma através das palavras.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Resistência
          Fábio Costa

 
Alguns dizem que sou poeta,
Que o brincar com as palavras me cai bem;
Se ser poeta é driblar a dor de ser minoria
Sou poeta como ninguém.
 
Eu resisto é com a Palavra
Do Gênesis até o além.
Deito a pena no papel em branco
Ali sou gente, mesmo com o seu desdém.
 
Na resistência me faço essência
Do belo, do elo (duelo), da decência.
E mesmo que a carne chore preconceito
Resisto a tudo e a todos
 
Podem até matar o poeta,
mas não matam, jamais o meu poema.

Cabeças/1910 - de Pavel Filonov
Fonte: Google
Pe Fábio Costa
Enviado por Pe Fábio Costa em 29/10/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original ("Fábio Costa"). Você não pode criar obras derivadas.


Comentários