Fábio Costa
Se faz necessário transpor a alma através das palavras.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Meu mundo
 
Meu mundo tem cores que só eu enxergo.
Tem perfume de flores que só eu sinto.
Tem livros e amores que só eu toco.
Até dores para que eu cresça sorrindo.
 
Meu mundo é frágil como um vidro.
Forte como um trovão que produz grito.
É lindo como manhã de domingo.
Às vezes cinza, como tarde de frio.
 
Meu mundo é um quebra-cabeça infinito.
Possui peças pequenas que se perdem.
Possui gente chata que me arrasa,
Mas também tem almas gratas.
 
Ele não é perfeito como o som do címbalo
Mas é harmonia em forma de ritmo.
Produz dança, canto e sorriso
E desfaz as amarras tristes dos doentes do egoísmo.
 
Ah, o meu mundo.
Ele é meu e só eu posso correr os riscos
De deixar entrar visita e sujar o tapete limpo.
Só eu posso mandar embora almas que dão fastídio
Somente eu tenho a chave deste paraíso.
 
Pe Fábio Costa
Enviado por Pe Fábio Costa em 04/06/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de Pe. Fábio Costa e o site www.facebook.com/ensaiopoetico). Você não pode criar obras derivadas.


Comentários