Fábio Costa
Se faz necessário transpor a alma através das palavras.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Raízes
 
Broto interno que expande.
Rompe as barreiras ideológicas.
Cria vida onde há morte,
Lança sorte e se faz forte.
Contemplam a beleza da flor
Ao mesmo tempo em que esquecem a dor.
De ser simplesmente frágil
Com raízes peito abaixo,
Dando sinais de eternidade.
Arranque o belo que lhe dou!
Leve consigo o produto de minhas entranhas.
As raízes que aqui ficam não morrem
Dilatam em sonhos e amor.
E se na clausura tentam me prender,
Produzirei vida nas noites quentes de outono.
Farei versos com raízes no infinito
Que tocam almas enquanto grito
No silêncio do ninho meu.
 
           F©
  MCMLXXVIII
 
Pe Fábio Costa
Enviado por Pe Fábio Costa em 02/04/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de Pe. Fábio Costa e o site www.facebook.com/ensaiopoetico). Você não pode criar obras derivadas.


Comentários